Os modelos que são chamados para castings sendo new faces ou não, jamais podem cometer erros relativos à moda. Os clientes querem ver o que o modelo é e não o que ele acha que pode ser. Portanto, nada de chegar aos testes vestindo todas as tendências ao mesmo tempo. Não transforme a moda em vexame.

O material fotográfico serve para dar esse foco de moda e atitude além de mostrar o que você pode oferecer em frente às câmeras. Pessoalmente é o básico que conta a seu favor.

Traduzindo, roupa de castings tem que ser básica, lisa e  de cor neutra, calça jeans lisa com corte mais comum.

Para homens tênis, dependendo do caso de barba feita e se quiser pode até passar um corretivo nas imperfeições do rosto.

Para mulheres salto alto, cabelo solto, bem arrumado, o mais natural possível de acordo com o que você mostra nas suas fotos, maquiagem leve (rimel, blush e gloss) e unhas claras.

Para ambos os sexos sem lentes de contato coloridas, por favor! Modelo que é modelo tem que estar sempre bem vestido, isso por que as seleções podem acontecer inesperadamente. Se por acaso sua agência te ligar dizendo que surgiu um teste de última hora, você estará preparado para o imprevisto e não perderá a chance.

A questão comportamental também é extremamente importante. Chegar junto ao cliente requer humildade, elegância e profissionalismo. Não adianta se achar o máximo, isso pode ir contra você.

Mascar chiclete, lixar as unhas, contar vantagem, fazer cara de poucos amigos são erros imperdoáveis. Se na avaliação de perfil em agências de modelos o comportamento já conta, imagina na seleção para trabalhos! O comprometimento é essencial para uma ótima parceria entre modelo e agência. Se o modelo se prontifica a ir à seleção ele tem que cumprir. Não seria elegante ou inteligente deixar a agência na mão e correr o risco da mesma perder a conta, não é mesmo? Se surgir algo inesperado, avise com antecedência, não deixe a agência ou o cliente esperando. Nenhum modelo quer “ficar na geladeira” por conta de falta de responsabilidade.

Gosto de fazer a seguinte comparação para melhor entendimento. A partir do momento que alguém se torna um modelo (independente de ser do perfil comercial ou fashion) ele se torna um produto. Quanto mais bonita e informativa for a embalagem, mais se sai da prateleira. Com isso quero dizer que saber se vestir, se comportar, falar corretamente e mostrar o seu potencial aumenta as chances de realização de trabalhos. Essa é a combinação perfeita.

Gabriel de Castro


2 Responses to “Dicas para se dar bem em castings”


  1. 1 Francislaine Lopes
    02/08/2010 às 3:53 am

    Gostaria de saber se pessosas com mais de 30 anos tem alguma chanche de trabalhar nesta area.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: